Slide1

LIÇÃO 1 – 06 de julho de 2014 – Editora BETEL

O perfil bíblico de um líder

TEXTO AUREO

“E graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo, e, por meio de nós, manifesta, em todo lugar o cheiro do seu conhecimento”. 2Co 2.14

VERDADE APLICADA

A capacidade de liderar é dada por Deus. Preparar-se é um dever de todo aquele que lidera.

OBJETIVOS DA LIÇÃO

► Mostrar que um líder é aquele que se relaciona em três dimen­sões distintas;

► Apresentar o impacto cau­sado por um líder nessas três dimensões;

► Demonstrar as qualidades pessoais indispensáveis de um líder.

TEXTOS DE REFERÊNCIA

ISm 17.48 – E sucedeu que, levantando-se o filisteu, e indo encontrar-se com Davi, apressou-se Davi, e correu ao comba­te, a encontrar-se com o filisteu.

ISm 17.49 – E Davi pôs a mão no alforje, e tomou dali uma pedra e com a funda lha atirou, e feriu o filisteu na testa, e a pedra se lhe encravou na testa, e caiu sobre o seu rosto em terra.

ISm 17.50 – Assim Davi preva­leceu contra o filisteu, com uma funda e com uma pedra, e feriu o filisteu, e o matou; sem que Davi tivesse uma espada na mão.

ISm 17.51 – Por isso correu Davi, e pôs-se em pé sobre o filisteu, e tomou a sua espada, e tirou-a da bainha, e o matou, e lhe cortou com ela a cabeça; vendo então os filisteus, que o seu herói era morto, fugiram.

Introdução

Neste trimestre, estu­daremos sobre liderança e o que é necessário para entendê-la e praticá-la. Nesta lição, falaremos bi­blicamente sobre o perfil geral de um líder. Há pelo menos três dimensões de vínculos relacionais que tornam uma pessoa líder em alguma coisa. O líder relaciona-se com pesso­as, com a organização e consigo, vejamos de ma­neira concisa e prática como essas dimensões se desenvolvem.

OBJETIVO

► Mostrar que um líder é aquele que se relaciona em três dimen­sões distintas;

1. O líder em relação às pessoas

A palavra líder procede do inglês (leader) que tem, como significado, aquele que pasto­reia, isto é, um pastor ou aquele que lidera. Dessa maneira, um líder é alguém que guia ou con­duz pessoas a algum lugar para realização de um propósito (Jo 10.3-4 A este o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas e as traz para fora. E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz.). O líder é aquele que sabe para onde vai. Daí se pressupõe que um líder é alguém que sabe o que está fazendo, principal­mente quando diz respeito ao bem estar das pessoas.

1.1. Um líder inspira através de seu exemplo

Quer aceitemos ou não, so­mos influenciados uns pelos outros. Influenciar exige esfor­ço, boasideias e muitos riscos. Na verdade, ninguém deseja seguir as ideias de um derro­tado. Por isso, líderes precisam ser inspiradores, ter ousadia e, acima de tudo, coragem. Davi foi o primeiro homem a derro­tar um gigante em sua geração. Sua coragem e ousadia inspira­ram o tremente e acovardado exército de Saul (ISm 17.11). O que fez Saul? Nada. Davi ti­nha unção, Saul também, mas unção sem atitude não forma um líder. Um líder é diferente de um chefe. Enquanto um dá as ordens, o outro inspira e mo­tiva através de seu exemplo (1 Pe 5.2 apascentai o rebanho de Deus que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas voluntariamente; nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto;). Influenciar o outro exige esforço, porque, na vida, tudo o que pode conduzir à vitória, re­quer empenho e dedicação, o que é dignificante (Jo 15.13 Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.).

Por que existem recordes? Re­cordes existem para serem que­brados. Porque alguém sempre inspira alguém a vencer obstácu­los. Porque quando as coisas acon­tecem com facilidade, sem luta, sem batalha, sem envolvimento, há a tendência de não darmos o devido valor. A Bíblia ensina que a operação de influenciar as pessoas é função do Espírito Santo (Jo 16.8), mas “Ele não fará nada ” se não estivermos dispostos a cooperar em nossa parte.

1.2. O líder influencia na tomada de decisões

Tomar decisões acertadas envolve conhecimento, expe­riência, coragem, riscos, perdas ou vitórias. Um líder é uma pes­soa decidida, próativa, firme e imparcial na tomada de deci­sões com relação a um grupo, família, igreja, etc. Nada é cor­rigido sem liderança. (1Co 4.17 Por esta causa vos mandei Timóteo, que é meu filho amado e fiel no Senhor, o qual vos lembrará os meus caminhos em Cristo, como por toda parte ensino em cada igreja.) Quando algo está errado, é para ser tratado e corrigido. É preci­so ter coragem para confrontar e isso, até mesmo em família. A postura de liderança de Davi foi decisiva para trazer vitória aos hebreus. E, depois que derro­tou o primeiro gigante, outros foram inspirados a fazê-lo. Não importa a condição que exista, em qualquer situação, nada muda sem liderança. Reclamar não muda a situação, liderar sim! (ISm 17.39-40;45-46)

1.3. Um líder conduz seu povo ao cumprimento de metas

Todo líder deve ter visão (Gn 13.14 E disse o SENHOR a Abrão, depois que Ló se apartou dele: Levanta, agora, os teus olhos e olha desde o lugar onde estás, para a banda do norte, e do sul, e do oriente, e do ocidente;), sem visão, ninguém chega a lugar algum. Porque a visão nos leva a um destino, e, líder sem alvo é povo sem des­tino. Ser líder é ter essa chama acesa e contagiar outros através dela. A alegria de um líder são os seus liderados e o destino dos liderados depende da visão do líder (Nm 14.6-8 E Josué, filho de Num, e Calebe, filho de Jefoné, dos que espiaram a terra, rasgaram as suas vestes. E falaram a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo: A terra pelo meio da qual passamos a espiar é terra muito boa. Se o SENHOR se agradar de nós, então, nos porá nesta terra e no-la dará, terra que mana leite e mel.). Que triste seria desperdiçar uma vida in­teira sem descobrir o propósito pelo qual fomos criados. No relacionamento com pessoas o líder é alguém que exerce um papel especial para incentivar seus liderados a alcançarem suas metas (Sl77.20 Guiaste o teu povo, como a um rebanho, pela mão de Moisés e de Arão.). Apesar de estarmos falando no perfil geral de liderança, não estamos esquecidos de que, no Reino de Deus, todo líder tem o compro­misso de ser um servo, logo uma característica indispensável no líder cristão é a humildade. Essa é a maior virtude de um líder: ser servo. (Jo l3.14-17)

Um líder solitário nada po­derá construir, mas ao agregar qualidade a um grupo e trazer ânimo a seus liderados, tudo se torna mais fácil, e até mesmo, os alvos mais impossíveis se cumprirão em tempo recorde. (Exemplo Bíblico: Neemias)

OBJETIVO

► Apresentar o impacto cau­sado por um líder nessas três dimensões;

2. O líder em relação à organização

Uma organização se refere a um grupo de pessoas, uma ins­tituição ou órgãos que sirvam à determinados interesses. A isso incluímos à igreja local, evidentemente (ICo 12.14-20 Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos. Se o pé disser: Porque não sou mão, não sou do corpo; não será por isso do corpo? E, se a orelha disser: Porque não sou olho, não sou do corpo; não será por isso do corpo? Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato? Mas, agora, Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis. E, se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo? Agora, pois, há muitos membros, mas um corpo.). Um líder, em relação a uma or­ganização, é alguém que pode atuar de diferentes maneiras, pois devemos reconhecer que existem qualidades que carac­terizam bons líderes.

2.1. Bons líderes orga­nizam

Os líderes não existem para manter as coisas, a função de um líder é sempre melhorá-las. Bons líderes tomam decisões que produzem crescimento e qualidade, mesmo que isso não agrade a muitos. Agradar a Deus nem sempre é agradar ao povo. Casa que não tem li­derança vira bagunça! Observe o conselho de Paulo ao jovem pastor Tito: “Por esta causa te deixei em Creta, para que pu­sesses em boa ordem as coisas que ainda restam, e de cidade em cidade estabelecesses pres­bíteros, como já te mandei” (Tt 1.5). Tito não estava em Creta, para realizar cultos, ele foi en­viado para “colocar as coisas em ordem”. Sem liderança nada será corrigido.

O fracasso ou o sucesso de uma organização são resultados de uma liderança. Não devemos jamais colocar a culpa nas pessoas se somos nós quem as lideramos. O sucesso de um líder não é brilhar, mas trazer luz onde havia trevas. Disse John C. Ma­xwell: “a pessoa bem-sucedida é aquela que pega a água fria jogada em seus planos, aquece-a com entusiasmo e produz o vapor que a ajuda a seguir adiante”.

2.2. Bons líderes admi­nistram

Administrar é exercer auto­ridade de acordo com as regras, mas também significa servir alguém ou ainda gerir. Uma palavra muito comum para referir-se à administração no grego do Novo Testamento é “oikonomia”. Essa palavra faz parte do vocabulário do portu­guês na forma de “economia”. Mas “oikonomia” é formada por duas palavras “oikos” que significa casa e “nomos” que significa regra, princípio e nor­ma. Logo, economia refere-se à administração de um lar ou dos afazeres de um lar. Líderes são pessoas que cuidam de ad­ministrar a casa de Deus com todos os recursos a eles confia­dos. Para que alguém possa ser recomendado como um líder na casa de Deus deve dar provas da sua administração domésti­ca. Caso ele não prove ser bom administrador do seu lar, fica a pergunta: “pois, se alguém não sabe governar a própria casa, como cuidará da igreja de Deus?” (lTm 3.4-5; Tt 1.6-7).

2.3. Bons Líderes traba­lham com propósitos e unidade

Resultados não acontecem sem planejamento, sem traba­lho, ou sem foco. Um líder deve estabelecer metas a curto, médio, e longo prazo para ser bem suce­dido (Lc 14.28 Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar?). Sucesso só vem antes de trabalho no dicionário. O êxito de um líder é o êxito de sua equipe de liderados que co­operam com ele. Mas, para que isso aconteça, todos devem falar uma mesma língua e focalizar um mesmo objetivo. Podemos considerar a torre de Babel como um grande trabalho de equipe (Gn 11.1-4). Embora seus desíg­nios fossem maus perante Deus, o próprio Deus considerou que a unidade é produtiva. “E disse o Senhor: “Eles são um só povo e falam uma só língua, e começaram a construir isso. Em breve nada poderá impedir o que pla­nejam fazer” (Gn 11.6).

O grande afã de um líder é trabalhar para alcançar resul­tados através de sua equipe de liderados, o que exige unidade (Sl 133). Vejamos como exemplo o conselho de Jetro (Ex 17.13-26).

OBJETIVO

► Demonstrar as qualidades pessoais indispensáveis de um líder.

3. O líder em relação a si mesmo

Vimos acima que um líder é alguém que se relaciona com pessoas e com coisas (ad­ministrativas). Agora, porém, veremos que os relacionamen­tos chegam a uma dimensão intrapessoal. E quem sabe, seja esse o principal requisito, visto que envolve o possuir de uma imagem e a relação do equilí­brio consigo (Rm 14.7).

3.1. Um bom líder deve ser fiel à visão recebida (ICo 11.23a Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei)

Um líder deve ser fiel a visão recebida. A visão é sua respira­ção, é quem o motiva a acordar mais cedo, ela é seu destino. Os líderes são possuídos pelo futuro, pelo senso de direção, eles não vivem só o presente. O que dizia Jesus? Meu reino não é deste mundo. Ele estava aqui, seu pensamento e alvo não. Até hoje, muitos não compreendem porque Paulo e Silas cantavam enquanto eram chicoteados. Eles tiveram uma visão do futu­ro, viviam e respiravam através dela, sabiam que havia algo tão maravilhoso que o viver aqui lhes era de pouca importância (Fp 1.21Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho.). É lastimável quando vemos pessoas morrendo por coisas efémeras, porque jamais tiveram um vislumbre das coi­sas eternas (2Co 12.1-4 Em verdade que não convém gloriar-me; mas passarei às visões e revelações do Senhor. Conheço um homem em Cristo que, há catorze anos (se no corpo, não sei; se fora do corpo, não sei; Deus o sabe), foi arrebatado até ao terceiro céu. E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao paraíso e ouviu palavras inefáveis, de que ao homem não é lícito falar.).

A autêntica visão envolve tam­bém o atender de uma vocação e aptidão para realização de um propósito específico através de seus meios próprios. Ninguém no Reino de Deus pode ficar sem uma visão. Há pessoas que recebem uma visão para levá-la a efeito, outros devem abraçar a visão de seus líderes, tomando-a como sendo deles mesmos, visto que nin­guém deve ficar parado ou como “peso morto” na Casa de Deus.

3.2. Um bom líder busca seu próprio crescimento

Alguém que se considera vocacionado para uma deter­minada liderança deverá se preparar para o seu exercício, ou caso já exerça, deverá buscar, a cada dia, o crescimento (2Pe 1.5 e vós também, pondo nisto mesmo toda a diligência, acrescentai à vossa fé a virtude, e à virtude, a ciência,). Isso inclui investimento, tempo, aprendizado, erros e acertos. Lembremos o exemplo de Davi, que cresceu e tornou-se popular ao derrotar a Golias, de­pois se tornou oficial do exército de Saul e continuou crescendo mesmo numa caverna escura, onde encontrou forças para liderar um bando de homens endividados e amargurados de espírito, transformando-os em grandes heróis (ISm 22.2). Davi cresceu mais, e foi crescendo até tornar-se o rei de todo o Israel. Vemos, em Davi, um homem de contínuo crescimento. Todavia, ele jamais foi um homem obce­cado pelo poder.

3.3. Um Bom líder pos­sui satisfação pessoal

Como pode uma pessoa que vive em conflito consigo mesma liderar a outros? As pessoas querem seguir quem lhes tra­ga soluções e não problemas. Quem tem uma imagem de si mesmo desequilibrada e ou sen­timentos negativos de mágoa, vingança, etc, terá dificuldade de influenciar outros e perma­necer liderando. Você consegue pensar em algum líder que não tenha autoestima, que não seja entusiasmado? É muito difícil não é? Assim, quem lidera deve ser uma pessoa que se ame, ame imensamente o ser humano, e que se satisfaça em conduzi-lo também a satisfação. Pense em como Davi transformou muitos fugitivos, desacreditados, amar­gurados em heróis (ISm 22.2). Davi era um perito soldado, mas descobriu homens valorosos e com capacidade de guerra muito acima das que ele mesmo possuía. Davi soube honrá-los, soube ser generoso para com eles, e tantos outros que jamais saberemos seus nomes. Daí se conclui facilmente que a satis­fação de um líder é a satisfação simultânea de seus liderados, visto que trabalham para uma meta em comum.

Conclusão

Biblicamente, por princípio Divino, toda a liderança procede de Deus (Rm 13.1). Esteja onde estiver, seja igreja ou empresa, etc, a lide­rança deve ser uma forma de pôr, em movimento, os dons recebidos de Deus. Tais dons e aptidões de­vem servir para que ou­tros possam atingir seus objetivos, a fim de glori­ficar a Cristo Jesus.

QUESTIONÁRIO

1. Por que Paulo deixou Tito em Creta?

R. Para “colocar as coisas em ordem”, (Tt 1.5).

2. Em relação a pessoas, qual é a diferença entre um líder e um chefe?

R. Um líder inspira peio exemplo, (IPe 5.2).

3. Segundo a lição qual é a maior virtude de um líder cristão?

R. Ser servo, (Jo 13.14-17).

4. O que é necessário para um líder alcançar êxito?

R. Que todos falem uma mesma língua e tenham um só objetivo.

5. Por principio Divino, qual é a origem de toda liderança?

R. Toda a liderança procede de Deus, (Rm 13.1).

REFERÊCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

Editora Betel 3º Trimestre de 2014, ano 24 nº 92 – Jovens e Adultos – “Dominical” Professor – LIDERANÇA CRISTÃ Conhecendo os segredos da liderança eficaz
Pastor Dr. Abner de Cássio Ferreira

Anúncios