Para observar os efeitos da ação e inação, um cientista pôs dois cachorrinhos em situações diferentes. Colocou o primeiro numa gaiola limpa e aconchegante e, o outro, colocou numa gaiola onde algumas moscas se agitavam o tempo todo tirando o sossego do pobre animal.

O primeiro cão dormia preguiçosamente, livre de qualquer importunação; o segundo, mal descansava, pois tinha ficava de instantes a instantes tocando as moscas que o perturbavam.

Dias depois, ao se avaliar as condições dos dois bichinhos, constatou-se que o segundo cãozinho encontrava-se em melhores condições de saúde do que o primeiro.

A conclusão foi esta:

A ação é benéfica.

A inação é prejudicial à saúde.

“Como a porta gira nos seus gonzos, assim gira o preguiçoso na sua cama.” – Provérbios 26.14

Anúncios